Internacional
Moscou classifica hipótese de envenenamento como desculpa para sanções

Por: Redação do Diário Causa Operária

Enquanto diversos países ocidentais afirmam que o oposicionista russo Aleksei Navalny foi vítima de envenenamento em 20 de agosto na Rússia, o Ministério das Relações Exteriores russo disse em comunicado:

“Qualquer observador externo, [mesmo] sem conhecimentos de química aplicada e das questões da não proliferação de armas químicas, naturalmente tem a sensação de que o ocorrido é um espetáculo dirigido de forma amadora, cujo objetivo fundamental é mais um ‘ataque’ de sanções contra a Rússia.”O órgão russo também vê indícios de falta de interesse dos países ocidentais em realizar uma investigação conjunta sobre o suposto envenenamento de Navalny.

“Esperamos que o governo da República Federal da Alemanha se abstenha de uma futura politização artificial da situação ao redor do blogueiro russo, causadora de dano sério às relações russo-germânicas”, disse em declaração a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.Por sua vez, o Ministério do Interior da Rússia para o Círculo Federal da Sibéria ressaltou tentativas frustradas de estabelecer um trabalho conjunto com países ocidentais sobre o caso.

“A Procuradoria-Geral da Federação da Rússia em 27 de agosto, 14, 24 e 28 de setembro enviou pedidos de assistência judicial aos órgãos competentes da Alemanha, Suécia e França. Contudo, nenhuma resposta foi dada às 24 questões apresentadas”, anunciou em comunicado o referido órgão.

Dieta

Ainda segundo o Ministério do Interior russo, a esposa do blogueiro, Yulia Navalnaya, declarou a médicos russos que seu marido poderia ter se sentido mal devido à dieta que fazia nesses dias.

“A esposa de Navalny comunicou aos agentes da saúde que seu marido fazia limitações na sua alimentação e que durante três-cinco dias sentiu um desconforto depois de comer. Sua alimentação era irregular. A esposa também considerou que a razão do desconforto poderia ser a dieta do paciente visando a perda de peso”, afirmou o órgão.De acordo com o ministério, os médicos russos diagnosticaram a Navalny “agravamento de pancreatite crônica”, enquanto a hipótese de envenenamento foi desconsiderada.

Send this to a friend