Menu da Rede

Direito à sindicalização dos militares de baixa patente!

Não chorar por golpistas

Não esqueça: Bruno Covas transformou vans escolares em rabecões

A esquerda lamenta a morte de Bruno Covas como se este fosse um santo. Cabe ao movimento revolucionário lembrar as atrocidades por ele cometidas

Bruno Covas em visita à GCM – Foto: Patrícia Cruz

A morte do tucano Bruno Covas por câncer no sistema digestivo levou a esquerda a beatificá-lo. Esquecendo-se totalmente do fato de ele ser um dos maiores inimigos do povo brasileiro, muitos políticos e nomes conhecidos da esquerda, como Eduardo Suplicy, Guilherme Boulos, Renato Rovai e muitos outros, lamentaram a morte de Covas, como se este tivesse sido um grande líder, gestor e como se não fosse responsável pela morte de milhares de paulistanos.

A declaração de Suplicy foi vergonhosa. Ele chegou a exaltar a “dedicação que Bruno Covas sempre mostrou por São Paulo”, dedicação desconhecida de todos, visto que a cidade mais rica do planeta não foi capaz de dar uma resposta mínima que fosse à pandemia do coronavírus. Guilherme Boulos exalta a derrota sofrida por ele nas eleições passadas, chamando Covas de “um adversário leal”. A declaração é mentirosa também porque, quem acompanhou o processo eleitoral de 2020 em São Paulo, sabe que Boulos e Covas nunca foram, de fato, adversários.

Neste último período de pandemia, o prefeito “herói” não abriu um hospital sequer, não houve investimento em leitos de UTIs e todas as medidas relacionadas ao transporte público (mudança no horário do rodízio, diminuição da frota de ônibus etc.) foram no sentido de lotar ainda mais os metrôs e ônibus.

No princípio de toda a crise sanitária, a prefeitura anunciou um aumento na capacidade dos cemitérios municipais, ao invés de aumentar a capacidade do sistema de saúde. Foram 13 mil novas valas abertas na cidade, além da compra de câmaras refrigeradoras para o armazenamento de corpos

Mais recentemente, a gestão municipal da capital paulista chegou ao ponto de contratar vans escolares para transportar os corpos dos mortos por Covid-19, em total desrespeito às vítimas da doença, com a única finalidade de economizar fundos, a serem todos revertidos para as famílias dos banqueiros e capitalistas que os sustentam. 

Além disso, é preciso salientar o aumento vertiginoso da repressão por parte da Guarda Civil Municipal, uma espécie de Polícia Militar comandada pela prefeitura. Em sua campanha eleitoral, prometeu aumentar o número de guardas da GCM e a orientação para essa força repressora tem sido no sentido de intensificar a violência contra moradores de rua, manifestantes e o povo em geral.

O prefeito do PSDB agiu sempre no sentido de procurar massacrar a população da cidade, seja através da pandemia, seja através da repressão ou de outros métodos. É evidente que não há a necessidade de comemorar o seu falecimento por câncer, até porque a sua morte só dará lugar a um outro direitista, tão ruim quanto ele. No entanto, não faz o menor sentido ver a esquerda se derramando em prantos por este que foi um dos maiores inimigos do povo no último período.

 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.