“Não Deixem os Nazistas Governarem”: austríacos saem às ruas contra o governo de extrema-direita

No último sábado, dia 13, cerca de 20 mil pessoas fizeram um protesto nas ruas de Viena, na Áustria, contra o novo governo de direita recentemente eleito. Este novo governo está em uma coalizão como o Partido da Liberdade da Áustria (FPO), fundado por ex-nazistas e de extrema-direita.

Uma das reivindicações da manifestação foi pedir um boicote ao governo austríaco por parte dos demais países europeus. A manifestação era composta de estudantes e grupos de esquerda. Aposentados também participaram com cartazes dizendo  “Vovôs Contra a Direita”, outros cartazes também diziam, “Não Deixem os Nazistas Governar”.

Entre as reivindicações havia o boicote aos ministros do FPO por parte de outros governos europeus. Os manifestantes também pediam para que a Áustria seja ignorada no segundo semestre de 2018 ao assumir a presidência rotativa da União Europeia.

A extrema-direita, FPO, entrou no novo governo austríaco em dezembro de  2017. Apresenta-se como parceiro minoritário da coalizão governamental que inclui como principal membro o Partido Popular Austríaco (OVP). Entre as medidas propostas pelos direitistas está o combate ao islamismo radical e aos imigrantes ilegais.