Não ao aumento da passagem em São Paulo: R$ 4,25 não!

o-prefeito-de-sao-paulo-joao-doria-e-o-vice-prefeito-bruno-covas-1509365584966_1920x1280

A direita golpista desferiu mais um duro ataque contra a população brasileira. Em São Paulo, o PSDB decidiu aumentar as passagens dos transportes públicos para R$ 4,25. Um aumento de 6,25% do valor atual e acima da inflação.

Ao mesmo tempo, em diversos lugares foi anunciado o aumento das passagens. Talvez o caso mais absurdo seja o de Maceió, onde o governo quer aumentar 13,7% o valor da passagem de ônibus, passando de R$ 3,65 para R$ 4,15. Na capital alagoana, a prefeitura também é do PSDB.

Entretanto, o que tem que ficar claro é que se trata de um conjunto de ataques dos golpistas. O que pretendem é fazer o trabalhador pagar pela crise deles. O sistema está totalmente falido e estão jogando o peso da situação econômica nas costas dos trabalhadores.

Enquanto os trabalhadores não têm direito a um salário mínimo decente e tão pouco um reajuste acima da inflação, a política dos golpistas está aumentando a inflação, e desta forma deteriorando as condições de vida da classe trabalhadora.

Porém, o caso do ônibus é ainda mais absurdo em todo esse panorama. O reajuste foi feito acima do índice de inflação deste ano, que segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) é de 3,63%.

O pretexto utilizado pelos tucanos é que a passagem de R$ 4,14 dificultaria o troco e por isso aumentaram. Porém, não passa de mais uma desculpa esfarrapada em nome da conveniência. Uma forma disfarçar o fato de que estão atacando a população de maneira feroz.

Contra a política dos golpistas, tem que sair às ruas. Não se deve ter ilusões, entretanto, de que a luta por pautas parciais serão vitoriosas; tratam-se de ataques conjuntos dos golpistas contra a população. Apenas a mobilização poderá derrotar a ofensiva dos golpistas.

Fora Dória! Fora Covas! 4,25 não!