Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1528919323593
|

O segurança fascista que impediu um pobre menino de se alimentar em um shopping em Salvador foi demitido por justa causa sem direito a nada.

Em nota, a direção do shopping informou que a demissão por justa causa foi tomada após uma reunião, e que a conduta do segurança foi desnecessária e uma de discriminação de classe. Como se o segurança não fosse um mercenário que recebe seus salários para cumprir as ordens e determinações dos patrões, dos chefes fascistas e impedir que pobres e miseráveis adentrem o espaço da classe média e da burguesia.

Com o fato tendo viralizado nas redes sociais (a gravação original tinha sido assistida por 8,9 milhões de pessoas e compartilhada mais de 400 mil vezes), os donos do estabelecimento procuraram se livrar do elo mais fraco da corrente e da pecha de estabelecimento discriminatório e como não poderia deixar de ser, lucrando ainda mais, demitindo por justa causa, o segurança não terá direito a nada, nem saldo de salário ou férias.

Segundo familiares do ex-segurança fascista, o rapaz entrou em contato com várias empresas procurando emprego, mas foi recusado por todas, devido à carta de recomendação negativa emitida pela gerência do shopping.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas