Menu da Rede

O voto impresso é um direito democrático dos eleitores

Relações perigosas

Namoro da esquerda com FHC acabará em traição

Lula deve seguir o caminho da luta, com o apoio dos trabalhadores pela mobilização, e não o da aproximação com setores que nada têm a acrescentar à sua candidatura nem ao povo

Lula e FHC em encontro recente – Foto: Reprodução

Publicidade

Uma das questões que mais vem sendo objeto de discussão e polêmica no interior da esquerda nacional, particularmente no interior do PT, envolvendo as próximas eleições presidenciais e os caminhos para derrotar o criminoso governo Bolsonaro, sustentado pelos militares golpistas e apoiado pela direita tradicional, diz respeito à qual melhor estratégia para alcançar os resultados almejados; vale dizer, a vitória das forças populares em 2022, representada pela candidatura do ex-presidente Lula, que neste momento lidera todas as intenções de voto à corrida presidencial. 

Há todo um amplo espectro de forças políticas – da centro-esquerda à esquerda – que propõe uma ampliação das alianças, materializada na conformação de uma frente ampla o mais alargada possível como estratégia para neutralizar e enfrentar o bolsonarismo, derrotando-o nas urnas. Este leque de alianças não ficaria somente no terreno da centro-esquerda, que em tese seria o limite, mas chegaria até mesmo ao encontro de setores da direita, como os políticos desmoralizados do PSDB e outras legendas que comporiam a frente eleitoral supostamente anti-bolsonarista.

O encontro do ex-presidente Lula, na semana passada, com o também ex-presidente FHC, foi apoiado e aplaudido de forma entusiástica por muitos setores do PT, em especial sua ala direita, que alimenta a crença na possibilidade de um fortalecimento da candidatura petista ao Planalto via o apoio do maior inimigo do partido e detrator pessoal de Lula, Fernando Henrique, o homem dos dois mandatos presidenciais na década de noventa que liquidificou a economia nacional, destruiu o parque industrial brasileiro, jogou milhões de famílias na miséria e no desespero, entregou grande parte do patrimônio nacional ao grande capital nacional e estrangeiro, deixando um rastro de fome, miséria e tragédia social nunca antes visto no País.

É necessário que se diga e esclareça que o PSDB é um partido criminoso, que nada tem de democrático e uma aproximação com os tucanos não irá trazer nenhum dividendo para Lula e o PT. Ao contrário, essa é uma daquelas histórias de namoro que sempre acabam mal para a esquerda, sempre terminam em traição, pois nada de positivo os elementos carcomidos da velha política reacionária, golpista e repressora do PSDB poderá acrescentar à candidatura do ex-presidente Lula. Chama a atenção também – e as consequências podem ser igualmente desastrosas – a aproximação do ex-prefeito paulistano e ex-candidato presidencial petista- Fernando Haddad, com o ex-governador  tucano Geraldo Alckmin, na esteira das conversações que os PT vem levando com os maiores inimigos do povo paulista, os políticos repudiados do PSDB, o partido que está entronado há mais de trinta anos no governo do mais importante estado da federação.

Portanto, as chances de vitória do ex-presidente Lula em 2022 somente poderão ser reais e se concretizar se houver uma total e completa delimitação com todos os setores da burguesia, do golpismo, da direita e do imperialismo. A força eleitoral do candidato petista está assentada na sua trajetória histórica, na luta que travou contra a direita, e em defesa dos trabalhadores contra os inimigos do povo e nesta mesma direção que deverá seguir para se impor como candidato que representa as forças populares, democráticas e de massas do País.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.