Menu da Rede

enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

  • Capa
  • Nacional
  • Exército passou 2017 preparando intervenção militar

Exército passou 2017 preparando intervenção militar

Receba o DCO no Email

O ano de 2017 foi marcado por inúmeras atividades de formação, treinamento e simulação de militares do Exército, em diversas regiões de todo o Brasil, chamados de exercícios de “Garantia da Lei e da Ordem” (GLO). Tais exercícios foram a preparação para a atuação cotidiana das Forças Armadas em meio à população civil.

A seguir alguns exemplos de operações realizadas pelo Exército no ano passado. Operação Sentinela, realizada no Vale do Araguaia, em Goiás; Operação Oasis, realizada em Recife, no estado do Pernambuco, e; Operação Alagoinhas, realizada em Salvador, no estado da Bahia. Também foram realizadas operações nas cidades de Poço Preto (SP), Guarujá (SP), Porto Alegre (RS), Corumbá (MS), Lins (SP), Pirassununga (SP), Campos dos Goytacazes (RJ), Francisco Beltrão (PR), Bagé (RS), Manaus (AM), dentre outras.

Artigos Relacionados

As operações tiveram como objetivo desenvolver reflexos na execução de técnicas e táticas para o controle social da população e contou com treinamentos como o de demostração do emprego de cães, formação de postos de segurança estratégicos, desobstrução de vias urbanas, controle de estradas e vias fluviais, instalação de postos de bloqueio, patrulhamento ostensivo motorizado e a pé, defesa ponto sensível e cercamento de regiões, reintegração de posse, controle de disturbio civil com gás lacrimogêneo, controle de disturbio civil com granada de luz e som, uso de munição menos letal (bala de borracha), transporte de presos, simulação de lavratura de auto de prisão em flagrante delito, instalação de postos de seguranças e estruturas estratégicas, neutralização de forças inimigas, colaboração com as polícias militares e guardas municipais, dentre outras. Trata-se de exercícios que visam a preparação para que o Exército atue na prática como polícia, entrando em favelas, controlando o trânsito de pessoas e automóveis, reprimindo manifestações e etc, ou seja, agir exatamente como as Forças Armadas fizeram durante todo o período da ditadura militar.

O ano de 2017 também foi marcado pela atuação direta do Exército nos estados do Espírito Santo e do Rio Grande do Norte, onde as Forças Armadas atuaram na prática ostensivamente como polícia; bem como por polêmicas declarações políticas de generais do alto comando das Forças Armadas, como o Gen. Mourão, o Gen. Etchegoyen e o comandante geral, Gen. Villas Boas,  que, em mais de uma ocasião, alertaram em tom de ameaça que os militares estariam prontos para intervir na situação política.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.