Menu da Rede

Os humilhados serão exaltados

  • Capa
  • Nacional
  • Caso Marielle colocou regime golpista na defensiva

Caso Marielle colocou regime golpista na defensiva

Receba o DCO no Email

A execução da vereadora e ativista política Marielle Franco no Rio de Janeiro causou uma enorme comoção em todo o país. Com comprovação de que as balas usadas eram da polícia e de que toda a operação é clássica da polícia, sua execução em um Estado de exceção e em tempos de golpe é algo que precisa gerar um forte movimento a partir de um entendimento correto do que houve.

O regime político golpista e o processo político de conjunto já se abala pois um conjunto de manifestações se deu imediatamente em todo o país e, no Rio de Janeiro, reuniu mais de dez mil pessoas.

O impacto no regime foi enorme e se colocou extremamente na defensiva. Os jornais golpistas publicaram matérias com posição extremamente defensiva, isso devido a essas manifestações. A população reagiu de uma maneira que mostra a efervescência e a reação rápida que pode acontecer quando algo dessa magnitude (execução de uma figura importante na política) acontece.

A imprensa burguesa se coloca na defensiva, tentando não ligar o assassinato de Marielle com a situação política atual do Brasil.  Os órgãos de imprensa direitista tentaram transformar o assassinato de Marielle em uma propaganda a favor da intervenção militar e do reforço da força pública. Essa imprensa, que se move junto com o golpe, tenta desfazer a tendência da polarização política e de culpar o regime político pelo assassinato  da vereadora. Isso não pode ser desfeito.

A tendência a protestar contra o golpe está ganhando força conforme avançam os ataques ao povo. No Carnaval houve diversas manifestações e durante as semanas foram se intensificando. O impacto do assassinato da vereadora reflete a oposição geral ao regime golpista que se manifestou de forma muito intensa.

A burguesia precisou fazer uma demagogia imensa com o assassinato de Marielle, quando, na verdade, sempre foram totalmente contra o que ela defendia e fazia enquanto viva.

Parte da direita raivosa, com sede de sangue, tentou levantar a cabeça, mas a reação da população foi tão grande que forçou a imprensa capitalista a jogar água fria na fervura que foi se formando pela polarização crescente entra a direita e a esquerda, população e organizações populares.

A situação permanece. Se a direita mantiver o ataque grotesco e o regime continuar com as execuções (que são diárias e em larga escala no Brasil) a tendência à população a se manifestar é muito grande.

A prisão de Lula, por exemplo, pode desencadear um processo muito grande, uma reação de proporções enormes e que não será possível ser contida pelo aparato de repressão do Estado.

O Rio de Janeiro se inflamou não só  por parte da esquerda, dos partidos, sindicatos mas também de movimentos e da população favelada em geral.

É necessário ver que o assassinato de Marielle é parte integrante do funcionamento normal do aparato repressivo do Estado. Se não reconhecermos isso tal como é, o risco do aumento das execuções é enorme. A polícia é assassina. Chacinas e assassinatos são constumeiros.

Com essa retração da direita com o assassinato de Marielle, fica claro que a população deve tomar as ruas, que a classe trabalhadora deve ir para as ruas pois, só assim, derrotará o regime golpista. E derrotará de forma firme.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.