Mais violência na pandemia
Apesar de menos circulação de pessoas e menos crimes cometidos, o Rio de Janeiro já registrou 290 mortes em operações policiais no estado somente em março e abril.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1__rum3001-17456807 (1) (1)
Protesto contra a violência policial no último domingo (31). | Luciano Belford/Agência O Dia

Apesar da diminuição no número de crimes cometidos e com maior número de pessoas em casa por causa do confinamento, o Rio de Janeiro já registrou 290 mortes em operações policiais no estado somente em março e abril. As mortes representam um aumento de 13% em relação a 2019, ano em que as mortes já bateram recorde. Em relação a abril do ano passado, o estado teve um aumento de 43%. Em 2020, até o mês de abril, 606 pessoas morreram em operações policiais no Rio de Janeiro, o que representa 8% a mais que o mesmo período do ano passado.

Os números apresentados pelo Instituto de Segurança Pública são apenas o reflexo das políticas genocidas de governantes como Jair Bolsonaro e Wilson Witzel, que defendem as ações truculentas da polícia em nome do “combate ao crime”,  e durante a quarentena isso piorou pois o confinamento deixou o Estado burgues livre para agir com o seu aparato mais repressivo deixando a população sem saída pois estava proibida de sair de casa.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas