Menu da Rede

Mais violência na pandemia

Na quarentena, a polícia mata ainda mais pobres

Apesar de menos circulação de pessoas e menos crimes cometidos, o Rio de Janeiro já registrou 290 mortes em operações policiais no estado somente em março e abril.

Tempo de Leitura: < 1

Protesto contra a violência policial no último domingo (31). – Luciano Belford/Agência O Dia

Publicidade

Apesar da diminuição no número de crimes cometidos e com maior número de pessoas em casa por causa do confinamento, o Rio de Janeiro já registrou 290 mortes em operações policiais no estado somente em março e abril. As mortes representam um aumento de 13% em relação a 2019, ano em que as mortes já bateram recorde. Em relação a abril do ano passado, o estado teve um aumento de 43%. Em 2020, até o mês de abril, 606 pessoas morreram em operações policiais no Rio de Janeiro, o que representa 8% a mais que o mesmo período do ano passado.

Os números apresentados pelo Instituto de Segurança Pública são apenas o reflexo das políticas genocidas de governantes como Jair Bolsonaro e Wilson Witzel, que defendem as ações truculentas da polícia em nome do “combate ao crime”,  e durante a quarentena isso piorou pois o confinamento deixou o Estado burgues livre para agir com o seu aparato mais repressivo deixando a população sem saída pois estava proibida de sair de casa.

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Trótski: vida e obra | Curso completo (35ª Universidade de Férias do PCO)

1.5K Visualizações 12/06/2021 18:28

Watch Now

Send this to a friend