HAMBURGUER CE1920
SHARE

Florianópolis: Frente Fora Bolsonaro a serviço da desmobilização

Todos às ruas dia 29!

Mutirões do PCO e Comitês fazem “esquenta” para o dia 29

De norte a sul do Brasil os comitês de luta organizam o próximo grande ato nacional, por vacina, auxilio e pelo fora Bolsonaro!

Mais uma semana de agitação política, sem choro no zoom. – DCO.

Domingo foi mais um dia de mobilização para o PCO e os Comitês de Luta, de norte a sul do país. Seguindo a tradição, os companheiros saíram para feiras, portas de fábricas, bairros populares para realizar os mutirões semanais. Neste que foi o último domingo antes do dia de mobilização nacional, marcado para 29 de maio, a principal pauta foi justamente a convocação para os atos que acontecerão em, pelo menos, todas as capitais do país.

Em Salvador os companheiros do Comitê de Luta da Liberdade foram à feira livre do bairro, montaram uma banca e fizeram a sua atividade com panfletos, adesivos e jornais convocando todos os trabalhadores a participarem do ato na Praça de Campo Grande às 10h na capital da Bahia. A ojeriza ao presidente fascista é tão grande que quase a totalidade da feira e dos feirantes em algum momento se dirigiu à banca para pegar material. No nordeste os outros destaques foram as atividades feitas em Feira de Santana, no interior da Bahia, e na capital da Paraíba onde se organiza tanto um Comitê de Luta como um Comitê de Luta estudantil.

salvador 1
Comitê de Luta de Liberdade, maior bairro negro de Salvador e do Brasil, realizando mais um mutirão.

No Sul do país se destacaram as atividades em Curtiba e Florianópolis. Na capital do Paraná, mesmo com o lockdown, o Largo da Ordem, no centro da cidade, foi ocupado novamente pela atividade política. Com a cidade esvaziada, todos os que passavam recebiam os panfletos, algumas mais interessadas se aproximavam da mesa montava, compravam produtos da Loja do PCO, conversavam e muitas tinham interesse em integrar nos Comitês de Luta. Outro destaque foi o interesse das pessoas na Escola Marxista, curso organizado pelo PCO com a temática Stalinismo e Bolchevismo e que está sendo ministrado em dezenas de cidades. Já em Santa Catarina novamente foi ocupada a calçada no início da ponte Hercílio Luz onde tiveram contatos com diversas pessoas, visto que lá não se aplica o isolamento restrito.

Florianopolis
Na entrada da ponte Hercílio Luz mais um mutirão em Florianopolis.
curitiba
Mesmo com o lockdown os poucos passantes se interessam na atividade política em Curitiba.

Na capital do Rio de Janeiro foram realizadas duas atividades, uma na tradicional feira da Glória. Lá acontecia um evento inusitado, a poucos metros de distância uma “motociata” ocorria com a própria presença do presidente ilegítimo Jair Bolsonaro. A presença de diversos fascistas próximo a feira politizou o ambiente e fez com que a esmagadora maioria das pessoas presentes recebesse muito bem os companheiros que quase esgotaram seus estoques de adesivos de Fora Bolsonaro, mais uma vez a atividade nas ruas prova que apesar de possuir uma base social o presidente fascista é odiado pela população e ofuscado pelo principal candidato da esquerda, Lula.

Rio de Janeiro
O tradicional mutirão no Rio de Janeiro foi muito bem recebido em repudio ao ato fascista nas proximidades.

Já no horário da tarde o Comitê Fora Bolsonaro Rio Centro Zona Sul realizou mais uma atividade na zona norte da cidade estimulando a criação de novos comitês de luta. Desta vez o local escolhido foi a Feira de Tradições Nordestinas em São Cristóvão. Foi realizado em meio aos shows de música popular uma panfletagem de convocação para o ato do dia 29. O vídeo da atividade já está disponível no canal de youtube do Comitê e pode ser assistido abaixo:

No estado de São Paulo aconteceram diversas atividades, no interior, na cidade de Marília, mais um mutirão foi realizado com destaque a presença dos professores que levaram sua reivindicação de volta às aulas apenas com a vacinação de toda a população. Os companheiros do PCO e do PT que integram o comitê de luta distribuíram centenas de panfletos e adesivos e convocaram todos à manifestação que acontecerá na Avenida Paulista no dia 29/05.

Marilia
No interior de São Paulo mais um mutirão foi realizado, na cidade de Marília.

Na zona leste de São Paulo o Comitê de Luta Jardim Lajeado realizou mais um mutirão na estação de trem da CPTM São Miguel Paulista. Os companheiros não só estão convocando para a mobilização do dia 29 como irão organizar ônibus que sairá da Praça do Forró, às 14h para levar todos os trabalhadores dispostos até o MASP para participar na manifestação. Para se inscrever na caravana basta entrar em contato com o companheiro Daniel por meio do telefone (11) 95996-9227. Já o Comitê Butantã realizou atividades próximo ao Estádio do Morumbi distribuindo muitos panfletos para os torcedores do São Paulo que assistiam à final do Campeonato Paulista nos arredores.

Sao Miguel
Entrada do metro de São Miguel ocupada pela mesa do Comitê de Luta Jardim Lajeado

O mais antigo mutirão de São Paulo também aconteceu no próprio MASP. Os companheiros do PCO e do PT marcaram sua presença mais uma vez deixando claro que a Avenida Paulista não é dos fascistas mas sim da esquerda, e no dia 29 ela será tomada pela mais importante mobilização de rua do país, em defesa do auxílio emergencial para todos, de ao menos um salário mínimo, da quebra das patentes e da vacinação em massa, da redução da jornada de trabalho para 35h, e pelo fora Bolsonaro e todos os golpistas!

MASP
No vão do MASP mais uma atividade realizada preparando o terreno para o ato do dia 29.

Em todo o Brasil os comitês de luta são uma importantíssima ferramenta dos trabalhadores para unificar todos os setores mais combativos de cada fábrica, cidade, bairro, escola ou universidade para realizar a luta onde ela realmente importa, nas ruas. Por isso é preciso fortalecer cada vez mais os comitês de luta que já existem e formar mais centenas de novos por todo o país, só assim será possível conquistar as principais reivindicações da classe trabalhadora brasileira.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.