Pandemia no mundo
Número de mortes é atingido durante segunda onda da pandemia. Os trabalhadores sãos as maiores vítimas do genocídio mundial
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cemiterio-da-vila-formosa-em-sao-paulo-tem-covas-abertas-a-espera-dos-mortos-pela-covid-19-na-pandemia-de-coronavirus-1585836956628_v2_450x337 (1)
Cemitério na Vila Formosa, em São Paulo | Foto: reprodução

A pandemia do coronavírus é um verdadeiro genocídio contra a população trabalhadora e pobre de todo o planeta. Somente segundo os dados oficiais, que são na verdade uma ínfima parte da realidade que vive a população mundial, 1,2 milhão de pessoas já morreram devido à doença.

As maiores vítimas em todo o mundo são os trabalhadores e a burguesia imperialista é a principal culpada do genocídio, já que a política neoliberal impulsionada neste momento faz com que a maioria da população não tenha acesso a condições mínimas de saúde, além de impedir que os países possam combater a pandemia de maneira efetiva.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas