Multiplicação dos Lulaços pelo Brasil mostra popularidade de Lula

lula

A crescente mobilização em torno da candidatura do ex-presidente Lula tem sido acompanhada por inúmeros atos por todo o Brasil. No dia 21 de julho, uma multidão puxou um coro no Mercado Central de Belo Horizonte, com direito a trompetista. O ato contagiou todos que estavam no local, sob os famosos acordes “olê, olê, olê, olá” em homenagem ao ex-presidente Lula, preso injustamente desde o dia 7 de abril.

Esse foi apenas o começo de muitos. As manifestações contagiaram o país inteiro, tornando-se parte integrante de shoppings, rodoviárias e feiras, Brasil afora. O shopping da Barra, em Salvador, foi o local da mais recente manifestação defendendo a libertação do ex-presidente, bem como a sua participação nas eleições. Neste mesmo dia, dezenas de pessoas entoaram a defesa de Lula na rodoviária de Ribeirão Preto-SP. No dia 2 de agosto, milhares de pessoas cantaram o hino em homenagem a Lula, no Plaza Shopping, em Niterói-RJ. No dia 28 de julho, uma multidão ganhou o ato no Mercado Central de Fortaleza, em defesa de Lula. Já a feira de São Cristóvão promoveu uma verdadeira festa em defesa do ex-presidente, no mesmo dia.

Todos esses eventos demonstram claramente a evolução política que a classe trabalhadora vem passando, confirmando o caráter popular do ex-presidente Lula, que é o único candidato capaz de impor à burguesia, as vontades da classe trabalhadora e barrar o golpe de Estado. Desta forma, Lula se coloca à esquerda de todos os candidatos, demonstrando ser uma alternativa à esquerda real e não apenas eleitoreira como os esquerdistas pequeno-burgueses.