São quase 1 milhão
A pandemia junto a crise econômica colocaram milhares de pessoas no desemprego nos EUA.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
2019-01-07t085648z_1711028734_rc139e577360_rtrmadp_3_usa-trade-china
Crise faz crescer número de desempregados. |

Da redação – O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou que o mercado de trabalho do país perdeu empregos em um ritmo alarmante no último mês.

O aumento súbito no desemprego veio com a crise econômica aprofundada pelo vírus Corona. De acordo com os dados houve um aumento de 701.000 pessoas nos números de desempregados em março, subindo a taxa de desemprego para 4,4%.

Porém, os dados são ainda parciais, o ministério admite que além destes quase 1 milhão há outros 10 milhões que recorreram ao seguro-desemprego nas últimas semanas.

Diane Swonk, da Grant Thornton, uma das maiores empresas de contabilidade dos EUA informou que “a queda nas folhas de pagamento em março foi sem precedentes para o início de uma recessão e vai piorar mais de 20 vezes em abril”.

Além disso, os dados indicam que a perca de emprego já foi mais que o dobro do que ocorreu na Grande Recessão em 2008.

Os números são subestimados e ainda estão longe de refletir a própria realidade de acordo com o ministério. Logo, pode-se esperar uma catástrofe econômica várias vezes maior do que a prevista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas