Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Milhares de mulheres ligadas ao Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), fizeram, na manhã desta quinta-feira (8), manifestação seguida de uma marcha pelo Centro  de Porto Alegre.

Com gritos de guerra, carregando faixas em favor do aborto e por melhores condições de trabalho para as mulheres trabalhadoras, o ato saiu em marcha pela Av. Mauá e percorreu demais vias do Centro.

Na imprensa burguesa capitalista, como de praxe, a notícia foi dada com enfoque em um suposto transtorno causado no trânsito da região.

O início da concentração se deu por volta das 7h na Rodoviária de Porto Alegre. Aproximadamente às 9h da manhã, as trabalhadoras saíram em marcha em direção a sede do governo do Estado, Palácio Piratini. Quando passavam em frente a prefeitura de Porto Alegre, elas gritaram palavras de ordem contra a administração municipal, onde chamaram o prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB/RS) de “burguês safado”, “vagabundo”, “corrupto” e “golpista”.

Perto do horário do almoço, as manifestantes chegaram à sede do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4º Região), onde protestaram contra a perseguição aos movimentos sociais, a seletividade da justiça e ao auxílio-moradia dos juízes.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas