HAMBURGUER_1
SHARE
COMANDO DE GREVE

Direita nos atos, uma manobra para eleger João Doria

Privatização

Muda o presidente, mas o desmonte da Petrobras permanece

O novo presidente da Petrobras acabou de chegar no cargo e já está seguindo a política golpista de desmonte das empresas estatais

O presidente da Petrobras planeja privatizar a BR Distribuidora – Foto: Reprodução

Desde o golpe de estado, dado na presidenta Dilma Rousseff, os golpistas serviçais do imperialismo vem implantando a política de privatização das empresas estatais, como foi visto no governo Temer que vendeu o petróleo brasileiro, e mais recentemente no governo Bolsonaro, com seu ministro da escola de Chicago, Paulo Guedes, que planeja o desmonte de várias empresas estatais importantíssimas, como o Correios e a Petrobras.

O atual presidente da Petrobras, o general da reserva Joaquim Silva e Luna, assumiu seu cargo à pouco tempo e já segue realizando o desmonte das empresas estatais, à serviço da política dos golpistas de vender e sucatear nossas empresas para os norte-americanos, europeus e chineses.

A direção da Petrobras anunciou recentemente que planeja vender sua participação (que já é baixa) na BR Distribuidora, empresa que atua no ramo da comercialização de combustíveis, emulsões asfálticas, lubrificantes e produtos químicos. 

A BR Distribuidora era subsidiária da Petrobras até 2019 – início do governo Bolsonaro -, quando se tornou uma empresa de sociedade anônima de capital aberto, e a Petrobras manteve apenas 37,5% das ações da companhia.

O projeto do presidente da Petrobras é vender toda a participação da empresa, colocando a companhia responsável pela comercialização de combustíveis nas mãos de empresas estrangeiras, o que irá significar maior dificuldade de acesso de combustíveis nas cidades interioranas e um aumento significativo no valor dos combustíveis, além da redução na economia do país.

“Retirar a possibilidade de o povo brasileiro ter uma mínima incidência sobre a distribuição de combustíveis pode aumentar a desigualdade, diminuir a oportunidade de desenvolvimento de muitas cidades, e não estamos falando de estados mais pobres, mas de cidades até do interior de São Paulo”, afirmou o secretário de comunicação nacional da CUT, Roni Barbosa. 

Joaquim Silva e Luna planeja vender os 37,5% da participação da Petrobras na BR Distribuidora pelo valor de R $10 Bilhões, algo extremamente absurdo tendo em vista que no ano passado a empresa obteve o lucro líquido de R $3,9 bilhões, com uma alta de 76,6%. 

Como se já não bastassem as absurdas altas no preço dos combustíveis, agora o Presidente da Petrobras em conluio com os golpistas, Bolsonaro e Paulo Guedes, planejam vender toda a sua participação na comercialização no mercado de combustíveis e, ainda por cima, por um valor miserável. Isso tudo apenas para agradar o bolso de alguns capitalistas estadunidenses. 

A venda da BR Distribuidora é mais um sinal de ataque contra toda a população e de aprofundamento do golpe de estado no Brasil.

É necessário reforçar a questão do primeiro de Maio, dia internacional da luta dos trabalhadores. Onde a esquerda burocrática estará realizando lives com golpistas, capitalistas e inimigos da classe trabalhadora. No mesmo dia, o Partido da Causa Operária, os Comitês de luta contra o golpe e vários outros setores combativos da esquerda estarão realizando uma manifestação para contrapor os bolsonaristas e a esquerda que preferem fazer demagogia no Instagram.

O ato será realizado na Av. Paulista, às 14:00 e o ponto de encontro será no MASP, o PCO convida todos os companheiros dispostos a lutarem contra o golpe, contra o desmonte das empresas estatais e contra Bolsonaro a participarem da manifestação. 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.