MST inicia Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária em defesa de Lula

sem terra abril

Neste dia 10 de abril, o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) iniciou a sua Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária, que neste ano possui o tema de “Eldorado dos Carajás, 22 anos de impunidade: Reforma Agrária e Lula Livre já!”.

Diversas ocupações ocorreram durante o dia em diversos estados do país, como Paraíba, Piauí, Espírito Santo, Ceará e Rio Grande do Sul, e vão continuar durante todo o mês de abril. A jornada de Lutas também irá fortalecer o acampamento pela liberdade de Lula, formado na frente da Polícia Federal onde está preso o ex-presidente.

As ações na jornada se somam a fechamento de rodovias e atos pela liberdade de Lula.

Essas ocupações de terra e protestos com fechamento de rodovias e atos são a única maneira de garantir a liberdade de Lula e a derrota dos golpistas. As ações no parlamento e na justiça só mostraram que esses espaços são controlados pela direita e que até o momento só trouxe derrota para os trabalhadores e a população pobre, com o impeachment de Dilma Roussef e a prisão de Lula.

A única maneira de garantir os direitos de Lula e contra a perseguição de Lula é ganhar as ruas e a mobilização popular. Um bom exemplo disso é o que ocorreu em São Bernardo do Campo na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde milhares de pessoas tomaram o sindicato e impediram a prisão e mostraram a tendência de luta da classe trabalhadora.