Coronavírus
Questionam o Ministério da Saúde sobre os aumentos nos números de sepultamentos em várias cidades brasileiras, que são muito maiores do que indicam os números oficiais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, durante pronunciamento no Palácio do Planalto
Foto Agência Brasil |

Da redação – A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) do Ministério Público Federal (MPF) questionou nesta quarta-feira (29), sobre a provável subnotificação do número de mortes provocadas pelo novo coronavírus no Brasil. A petição, assinada pelos procuradores Deborah Duprat e Marlon Weichert, está direcionada diretamente ao novo ministro da Saúde, o médico fascista, Nelson Teich, que precisa começar a dar explicações urgentes da situação de caos que toma o país.

Os procuradores citam aumento de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), querem saber detalhes da metodologia usada pelo Ministério da Saúde para computar casos do novo coronavírus e deram o prazo de cinco dias para o relatório.

Eles também questionam o Ministério da Saúde sobre os aumentos nos números de sepultamentos em várias cidades brasileiras, que são muito maiores do que indicam os números oficiais de mortos pela epidemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas