Abandono do povo
“Dispõe sobre a responsabilização de agentes públicos por ação e omissão em atos relacionados com a pandemia da covid-19”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
guedes
Foto: reprodução |

Da redação – O presidente fascista, Jair Bolsonaro (sem partido), junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e Wagner de Campos Rosário, da Controladoria-Geral da União, decidiram baixar a ditadura de vez sobre o povo brasileiro nesta quinta-feira (14). Em uma espécie de surto psicótico, enviaram ao Congresso uma Medida Provisória, de número 966, que é de uma inconstitucionalidade escandalosa, já publicada no Diário Oficial da União, e que irá causar uma tempestade de Ações Diretas de Inconstitucionalidade.

Prestem atenção: “Dispõe sobre a responsabilização de agentes públicos por ação e omissão em atos relacionados com a pandemia da covid-19.”

Segue: 

“O presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: 

Art. 1º Os agentes públicos somente poderão ser responsabilizados nas esferas civil e administrativa se agirem ou se omitirem com dolo ou erro grosseiro pela prática de atos relacionados, direta ou indiretamente, com as medidas de: 

I – enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia da covid-19; e 

II – combate aos efeitos econômicos e sociais decorrentes da pandemia da covid-19. 

  • 1º A responsabilização pela opinião técnica não se estenderá de forma automática ao decisor que a houver adotado como fundamento de decidir e somente se configurará: 

I – se estiverem presentes elementos suficientes para o decisor aferir o dolo ou o erro grosseiro da opinião técnica; ou II – se houver conluio entre os agentes”.

O governo Bolsonaro, simplesmente abandonou os agentes de saúde, bem como, de outros setores públicos, como os Correios. Não há testes, nem estrutura, EPIs, UTIs, e os agentes estão trabalhando exaustivamente frente a uma situação de genocídio, resultado direto dessa política federal.

Agora, após dar risada na cara da família dos mortos, quando, lembremo-nos, disse: “E daí?”; após abandonar centenas de milhões à própria sorte; liberar o “Auxílio Miséria” para o povo e o “Bolsa Trilhão” para os capitalistas; após ter roubado mais ainda os direitos da CLT e o dinheiro da classe trabalhadora; o nazista que usurpou o cargo de presidente, junto ao bando de militares fascistas, decidem por acabar de vez com qualquer responsabilidade legal.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas