Intervenção nas universidades
MP 979 permite que Weintraub nomeie reitor de universidades e institutos federais à revelia da comunidade acadêmica.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
weintraub e bolsonaro-1
Weintraub e Bolsonaro irão interferir diretamente na direção das universidades e IFs. Imagem: Isac N | Imagem por: Isac Nóbrega/PR

A Medida Provisória 979 publicada nesta quarta (10) vai permitir ao ministro da Educação Abraham Weintraub nomear discricionariamente cerca de 19 reitores de universidades federais e 4 reitores de Institutos Federais de forma antidemocrática sem respeitar o princípio da autonomia das instituições.

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e UNE denunciaram a medida como uma forma de interferir politicamente na direção das instituições, colocando figuras que defendam as políticas fascistas do governo Bolsonaro.

A MP suspende os processos de votação pela comunidade academia (estudantes, professores, funcionários, sociedade etc).

As instituições informaram que irão recorrer ao STF pela inconstitucionalidade da medida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas