Economizar para os ricos
Governo prepara medida provisória para mudar os critérios de acesso ao BPC, excluindo 500 mil pessoas em extrema pobreza.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Idosos - BPC
Bolsonaro vai jogar meio milhão na miséria completa. | Foto por: reprodução.

O governo Bolsonaro está com uma Medida Provisória pronta para ser assinada pelo presidente ilegítimo na próxima semana a qual prevê a redução do número de beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o que poderá atingir até 500 mil pessoas, com o argumento de “economizar”.

A MP, que já está na Casa Civil, propõe a mudança do critério para enquadrar os beneficiários, no qual terão direito somente aqueles com renda domiciliar de até 1/4 de salário mínimo (R$ 261,25).

Desde o início do ano o governo Bolsonaro visa reduzir “custos” cortando inclusive em programas sociais aos mais pobres. Entretanto, tanto a direita no congresso como as figuras do governo assumem que a medida é impopular e tem o “custo político” elevado, mas dizem ser “necessário” para um tal “equilíbrio das contas públicas”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas