Ataque aos manifestantes
O Ministério Público boliviano expediu 5 mandados de prisão contra manifestantes ligados aos bloqueios de agosto exigindo as eleições
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Marcha-COB-28-de-julio-01
Marcha do COB, Central Obreira Boliviana | Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (6) o procurador-geral Juan Lanchipa informou que o “Ministério Público entregou cinco ordens de prisão à Polícia Nacional para sua execução”. Os mandados de prisão são contra os supostos responsáveis ​​pela organização dos bloqueios de agosto, que exigiam as eleições na Bolívia. De acordo com promotores os manifestantes seriam de El Alto.

“São cinco pessoas devidamente identificadas pela Polícia Nacional. No primeiro caso, a Polícia deu os nomes de forma errada, mas depois corrigiu esses nomes e foi entregue na semana passada, agora estamos aguardando a execução desses mandados de prisão ”, anunciou Lanchipa.

O governo ilegítimo de Jeanine Áñez, também acusa Evo Morales, o candidato à presidência do Movimento pelo Socialismo (MAS) Luis Arce, à vice-presidência David Choquehuanca e ao secretário executivo da COB, Juan Carlos Huarachi, por “Incentivar bloqueios e cometer crimes terroristas contra a saúde pública e o trabalho”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas