Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Desde semana passada, movimentos de alunos negros ligados à Universidade Federal do Rio Grande do Sul ocupam a reitoria da universidade em protesto contra mudanças realizadas pelo reitor na política de cotas da universidade.

Os alunos, temerosos de que a valorização do genótipo sobre as caraterísticas fenotípicas acabasse por desvirtuar o mecanismo de acesso de negros via cotas, procuraram a reitoria da universidade por diversas vezes antes de partir para a ocupação.

No dia 09, já durante a ocupação, o aparato repressor judicial não hesitou em expedir mandado de reintegração de posse, autorizando, inclusive, a utilização do exército para expulsar os estudantes da universidade. Contudo, houve o recuo da reitoria em utilizar da violência para expulsar os estudantes, tendo sido iniciada uma via de diálogo na qual o presidente da ONG Educafro serviu de mediador.

Após reunião ocorrida na tarde de hoje (13), a página do movimento no Facebook informou que avanços foram conquistados pelos manifestantes, tendo a reitoria se comprometido a aumentar a participação do movimento negro universitário nas comissões formadas para avaliar quais candidatos autodeclarados negros fazem jus ao direito às cotas, que serão avaliadas por critérios objetivos referentes às caraterísticas da pessoa, não à sua ascendência. Declarou, ainda, que a ocupação permanecerá até que, em juízo, um acordo seja homologado.

Fato é que essas comissões não deveriam sequer existir. Bastaria, para concorrer a uma vaga destinada ao negro, a autodeclaração. As comissões servem como mais um instrumento da burocracia acadêmica de controlar o acesso do negro à universidade, que deveria ser universal, sem vestibular.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas