Golpe militar em andamento
General golpista Mourão estará em Cuiabá no dia do Ato do Fora Bolsonaro. Além de continuar o planejamento do golpe militar, estará acompanhando de perto o ato. É preciso reagir!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolsonaro_aposentadoria
Os fascistas Mourão e Bolsonaro. | Foto: Alessandro Dantas/Foto Pública.

O vice-presidente fraudulento do Golpe de Estado, general Hamilton Mourão (PRTB), estará em Cuiabá no dia 7 de junho, justamente no dia do Ato pelo Fora Bolsonaro que acontecerá na Praça Alencastro, às 15 horas. O golpista estará na 13ª Brigada de Infantaria Motorizada para acompanhar as atividades da Operação Verde Brasil 2 em Mato Grosso, ou seja, não somente articular o golpe militar que está como ele mesmo diz, em ‘aproximações sucessivas’, como também acompanhará de perto o ato de máxima importância na luta política atual, o ato do Fora Bolsonaro ao qual tem grandes chances de ser um ato explosivo contra o regime golpista em que ele defende.

Trata-se, mais uma vez, de um exemplo claro da inexistência de uma luta entre democracia e bolsonarismo. O foco da mobilização política deve ser organizar a classe trabalhadora e os setores oprimidos para o enfrentamento real contra o fascismo, encabeçado por um dos seus principais líderes, o general Mourão. A questão que está em jogo no Brasil, e naturalmente também em Cuiabá, é de criar manifestações constantes contra este regime ao qual está cada vez mais próximo de uma ditadura fascista, e que quem sofrerá será principalmente os partidos e organizações de esquerda.

Neste sentido as vanguardas políticas vem atuando de uma forma sistemática, desde a candidatura do fascista, uma ampla campanha do Fora Bolsonaro. Vale lembrar que a esquerda pequeno-burguesa, no ano passado, capitulou nas manifestações que estavam em grande momento, para por abaixo este governo fascista. Na situação atual fica mais difícil devido a pandemia mas graças a imensa campanha política, assim como a situação da tendência da explosão social no Brasil e no mundo, algumas organizações que nem sequer tem ligação com as direções dos partidos de esquerda pequeno-burgueses, como a ala direita do PT, o PC do B, PSOL, dentre outros, furaram este bloqueio com mobilizações históricas neste domingo passado. O clima político, portanto, demonstrada pelas torcidas organizadas, é de enfrentar os fascistas na marra e por abaixo, como foi um dos gritos delas, o sistema repressor.

Portanto, é importante que o ato do dia 7 de junho, em Cuiabá, tenha a sua continuação no ato do dia 13, convocado pela Frente Brasil Popular e que não somente será organizada nesta cidade, mas diversas outras em que haja comitês de luta organizados. Portanto, caso a sua cidade não tenha militante do PCO, entre em contato conosco nas nossas redes sociais para formar e amplificar o ato do dia 13 de junho pelo Fora Bolsonaro para que assim se perpetue e continue a explosão social como está ocorrendo nos EUA.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas