Mourão reafirma entreguismo: “tudo o que puder ser privatizado, será”

7769769_x720

Em entrevista na última terça-feira (16) no programa Conversa com Bial, da TV Globo, o vice-presidente fascista Hamilton Mourão reafirmou qual a política do governo Bolsonaro contra o povo: a entrega do País aos grandes monopólios imperialistas.

“Tudo aquilo que puder ser privatizado, será”, declarou, ao responder pergunta do jornalista Pedro Bial sobre as privatizações que o governo Bolsonaro vem realizando e pretende realizar.

Ele, novamente, reconheceu que o plano dos fantoches do imperialismo é, inclusive, conceder o maior patrimônio do povo brasileiro, a Petrobras, aos grandes capitalistas estrangeiros. “A Petrobras vai perder os anéis e ficar com os dedos”, disse, citando a pretensão de continuar com a venda de refinarias e “quebrar o monopólio do gás”.

Isso significa que a empresa – que vem sendo sucessivamente atacada pela direita capacho do imperialismo há décadas – será totalmente controlada pelos capitalistas, e os “dedos” que sobrarão para o Estado estarão podres, serão apenas o ônus e as dívidas para pagar aos mesmos monopólios.

O governo Bolsonaro já demonstrou inúmeras vezes que os militares que formam sua cúpula de nacionalistas não têm absolutamente nada: não passam de serviçais do imperialismo, que atuam contra o Brasil e o povo brasileiro, para entregar todas as riquezas naturais e a economia nacional para as aves de rapina que são os grandes monopólios petroleiros, bancários e de tecnologia.

Por isso mesmo é que, na mesma entrevista, Mourão disse que a Reforma da Previdência – que retira qualquer direito à aposentadoria para milhões de brasileiros – é “uma boa reforma”, e acrescentou: uma nova reforma, ainda mais devastadora, será “discutida” nos próximos anos, justamente porque o imperialismo quer simplesmente secar o Brasil de seus recursos e roubar toda a riqueza produzida pelo povo, que deveria ficar com o povo.

O governo Bolsonaro é o governo do imperialismo, da privatização de tudo, da entrega do patrimônio do povo para uma pequena porção de capitalistas. Por isso eles o colocaram artificialmente no poder, porque Bolsonaro e Mourão não passam de funcionários das potências estrangeiras contra o povo brasileiro. É preciso derrubar o governo golpista, essa é a única forma de impedir as privatizações e a entrega do País.