Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
mourao
|

Em uma curta matéria no sítio ND, o general e atual vice presidente golpista Hamilton Mourão deu uma declaração que revela o tamanho da crise que o país enfrenta. A primeira vista pareceria uma declaração otimista. Ele entoou o mantra da direita, que afirma de maneira enganosa que a destruição da aposentadoria abriria caminho para uma retomada de crescimento econômico.

No entanto, na mesma declaração, o próprio Mourão diz que apenas a “reforma” da previdência não daria conta de abrir o tal caminho para o crescimento. De acordo com ele, outras medidas duríssimas teriam que ser tomadas, como “a desvinculação do Orçamento, a modernização do Estado, e a gestão profissional do setor público”. Quer dizer, o gigantesco assalto da aposentadoria de todo o povo brasileiro, um assalto que está na casa dos trilhões de reais não seriam o bastante para aplacar a crise econômica. Ainda seriam necessárias muitas outras pilhagens ao povo, e pelo andar da carruagem, nem isso seria o suficiente.

Mourão afirmou ainda que “O ótimo é inimigo do bom. Nossos parlamentares fizeram uma reforma boa, dentro do que era possível para o momento”. Quer dizer, até mesmo a destruição da aposentadoria aprovada no Brasil não teria sido o ideal na avaliação de Mourão.

Isso significa que ainda vem muita coisa pela frente. Mas não só isso, é uma comprovação de que a crise econômica brasileira, e inclusive mundial, não tem recuperação. Até porquê os golpes dados no Brasil e em diversos outros países da América Latina tinham como objetivo fundamental sugar os seus recursos de modo a salvar os grandes capitalistas internacionais a saírem da crise em que eles mesmos se meteram.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas