Pandemia no Brasil
Bebê de 45 dias estava internado em Cuiabá e não resistiu à crise respiratória causada pela doença, vindo a óbito nesse sábado, dia 13 de junho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Parque_Indígena_do_Xingu Pedro Biondi/ABr
Tribo no Parque Indígena do Xingu | Foto: Pedro Biondi/ABr

O Parque Indígena do Xingu teve sua primeira morte causada por Covid-19 nesse sábado, dia 13 de junho. Um bebê de 45 dias que estava internado em Cuiabá, capital do Mato Grosso, da etnia Kapalo que vivia no Xingu foi a primeira vítima. Além dele, mais duas pessoas da reserva indígena tiveram a doença confirmada.

Se o descaso e a falta de testes atingem toda a população brasileira, as reservas indígenas sofrem ainda mais, já que a extinção dos povos indígenas é algo desejado por grileiros e latifundiários que desejam suas terras apoiam o presidente fascista Jair Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas