Moro vaza novamente provas “sigilosas” de Palocci para a Globo

palocci

Da redação – O PIG (Partido da Imprensa Golpista), através de seu maior representante pró-imperialista, o Globo, divulgou nesta terça (3) que Antonio Palocci, está fazendo uma “triagem” nos documentos, que, supostamente, tem para acusar os ex-presidentes Dilma Rousseff e Lula do Partido dos Trabalhadores (PT). Palocci passa pelo mesmo processo de tortura psicológica e ameaças dessa operação da CIA no Brasil, onde, os investigados, denunciados, delatados, são obrigados a assinar termos de acordo de delação premiada com a Polícia Federal para criarem provas convenientes aos golpistas.

Esta “triagem” em documentos, que segundo a imprensa venal o réu manteve em “segredo”, serão entregues aos investigadores que pretendem abrir uma “nova frente de investigação” com o material. O intrigante é que essas “provas” devem ser como os recibos falsos criados no caso Triplex, onde, não há elevador algum, o que demonstra o grande “compromisso com a verdade” e a “luta contra corrupção”.

Ainda segundo o jornal golpista, a delação está sob sigilo, porém, se trata daquele “sigilo” em que vazam sempre as informações sobre os petistas para a rede Globo.

A fórmula dessa operação da CIA já está mais do que escancarada. Desde os áudios vazados por Sérgio Moro para a parceira dos tucanos, a rede Globo, onde aparecem os ex-presidentes conversando, ficou constatado que o “juizéco”, Mussolini de Maringá, passa por cima das leis à mando dos donos do golpe, tendo carta branca para criar provas, acusar, ameaçar, torturar e prender. É necessário uma grande mobilização que derrote o golpe, acabe com essa operação pela força das organizações populares e enterre de uma vez por todas no túmulo da história, a tortura da direita contra o trabalhador.