Moro tentou falar em inglês de novo, ninguém entendeu nada

sergio_moro67

Agente contratado pelo imperialismo para levar a cabo o golpe de Estado no Brasil, Sérgio Moro foi convidado, junto com outros personagens “ilustres” da Operação Lava Jato, para “palestrar” em um evento na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, em um evento com estudantes, advogados, procuradores e juízes norte-americanos.

Bem acostumado com seus colegas imperialistas, o juiz, que possui um currículo no mínimo duvidoso, segue sem dominar a língua nativa de seus patrões. Durante a palestra, o Mussolini de Maringá tentou “demonstrar” como funcionam os casos de corrupção em uma comparação com o filme “O Poderoso Chefão”. O curioso é que, com um inglês macarrônico e atrapalhado, o magistrado não conseguiu se fazer entender. Veja abaixo:

<iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvaladaresellen%2Fvideos%2F1816944525052631%2F&show_text=0&width=560″ width=”560″ height=”315″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowTransparency=”true” allowFullScreen=”true”></iframe>

Esta não é a primeira vez que Moro demonstra seus “dotes” na língua inglesa. No mês passado, em entrevista ao programa Roda Viva, o “doutor” já teve uma enorme dificuldade em pronunciar o nome do estado americano de Massachusetts.

Para alguém com uma relação tão íntima com os Estados Unidos, é realmente espantoso que o rapaz não domine sequer a fala da língua inglesa. O entendimento de ouvido, por outro lado, parece ser perfeito, já que Moro seguiu perfeitamente as instruções de seus patrões norte-americanos ao atropelar a Constituição de 1988 e condenar Lula sem provas, e depois mandar prender o ex-presidente sem ter ainda o trânsito em julgado.