Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O juiz Federal golpista Sergio Moro, o mesmo do auxílio moradia, determinou a prisão de Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão de José Dirceu, nesta sexta-feira (09), em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Luiz Eduardo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e em seguida dirigido para o Centro de Detenção Provisória de Ribeirão Preto.

Luiz Eduardo fora condenado em primeira instância pelo recebedor ilegal de auxílio moradia Sergio Moro a 8 anos de prisão, em um processo que envolve a  empresa JD Consultoria, em que é sócio de José Dirceu. A empresa estaria envolvida em esquema de corrupção junto a Petrobras, apesar de não haver provas, apenas a convicção dos carrascos.

Em março do ano passado o TRF-4, o mesmo que condenou o ex-presidente Lula em segunda instância, não só confirmou a sentença de golpista e corrupto comprovado Moro, o que recebe auxílio moradia ilegalmente, como aumentou a pena de Luiz Eduardo para mais de 10 anos de prisão. Recusado, pelo TRF-4, todos os recursos apresentados pela defesa,  cumpriu-se a execução da pena em segunda instância. Esse fato mostra bem o porquê da eliminação absurda, ilegal, grotesca da 3ª instância no país promovida pelo STF, uma manobra realizada para impedir o direito de defesa de todos.

Assim um indivíduo pode ir preso antes mesmo de acionar todas as instâncias para sua defesa. Ou seja, eliminaram o direito constitucional da ampla defesa, no qual ninguém pode ser submetido a uma punição do Estado sem o devido processo legal, que no Brasil não termina na segunda instância.

A arbitrariedade feita contra Luiz Eduardo e contra José Dirceu é também o que se fará com o ex-presidente Lula, caso não haja mobilização. Há no país um verdadeiro tribunal de exceção, dividido em dua instâncias, uma em Curitiba, chefiada pelo golpista Moro e outra em Porto Alegre, o TRF-4. Moro promove perseguição política e condenações ilegais, a tarefa de TRF-4 é sustentar o perseguição política confirmando as sentenças de Moro e até aumentando as penas. Todo o judiciário e o regime político golpista são conivente com o tribunal de exceção operante no País.

É necessária uma mobilização revolucionária para acabar com a perseguição política, com o tribunal de exceção no país, em suma: com o regime golpista e suas medidas contra o povo.

Liberdade para todos os presos políticos do regime golpista, anulação de todos os processos fraudulentos da golpista Lava Jato. Abaixo o tribunal de exceção;  abaixo o golpe de Estado

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas