Moro autoriza uso da Força Nacional contra manifestantes e indígenas em Brasília: ministro mostra mais uma vez seu caráter fascista

Força Nacional_Formatura_ (4)

Da redação – O ministro fascista Sergio Moro autorizou o uso da Força Nacional de Segurança para reprimir manifestações de índios e trabalhadores em Brasília pelos próximos 33 dias, contados a partir de hoje (17).

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União nessa terça-feira, o pedido foi feito pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno.

A medida será tomada em meio às manifestações do povo contra a criminosa Reforma da Previdência do governo Bolsonaro, que vai roubar a aposentadoria dos trabalhadores, e também de protestos tradicionais de indígenas que ocorrem há 15 anos.

Trata-se de mais uma ação fascista de Moro, que prendeu Lula para eleger Bolsonaro e virar presidente, contra o povo. Mostra-se assim, mais uma vez, o caráter cada vez mais antidemocrático do regime golpista e a força dos militares nesse regime, que, na verdade, é controlado por eles.

Os trabalhadores não devem abaixar a cabeça e devem aumentar os protestos contra Bolsonaro e essa reforma.