Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
protesto
|

Um pouco mais de 100 moradores de uma área pública ocupada por famílias na Zona Norte de Ribeirão Preto (SP) realizaram um protesto na manhã de quarta-feira (5) em frente à Prefeitura. Eles exigem moradia após serem notificados a deixar o local.

Os manifestantes bateram panelas e levavam cartazes pela Via Norte em direção ao Centro de Ribeirão. A PM acompanhou o movimento, em manifestação pacífica. A reivindicação popular acontece porque a Justiça golpista concedeu prazo de quatro dias para desocupação da área. Em quanto isso esses mesmos juízes recebem auxilio moradia de 4 mil por mês, mesmo tendo casa própria.

Elaine Barbosa, moradora do local informou que, há dois anos, foi prometida a urbanização da área. “Muitas famílias vieram de fora e não têm para onde ir. Não temos condições e nem emprego para pagar aluguel ou uma casa”, declara. Essa falta de condições mínimas de sobrevivência vem crescendo com a política do “corta corta” do ‘vampirão’ Temer.

Tauana Naiara, moradora da ocupação está desempregada e não tem o que fazer com os quatro filhos, em caso de pedido de reintegração de posse. “Estamos todos sem rumo. O prazo é muito pequeno para jogar a gente para a rua”, afirma.

Seguem as reclamações, cobra-se um posicionamento do prefeito Antônio Duarte Nogueira Júnior (PSDB), golpista. “Quando ele foi pedir votos, ele foi bem tratado. Hoje estamos pedindo só um minuto da atenção dele para saber se ele pode nos ajudar”, cobra Tauana.

O secretário de Planejamento e Gestão Pública, Edsom Ortega, e o assistente da Casa Civil, Marcus Vinicius, estão reunidos com um grupo de 11 moradores da comunidade Vila União, Zona Norte. Eles querem saber quais as reivindicações das famílias para deixarem o local.

Em outras palavras, não tem negociação, terão todos que ir morar na rua. Fica claro que após o golpe de estado contra Dilma Rousseff, seguindo na perseguição e aprisionamento injusto de Lula, e a tentativa de deixa-lo de fora das eleições, as condições de vida população mais vulnerável apenas piorou, e a saída é lutar pela Liberdade de Lula e lutar por sua candidatura a presidente. E por abaixo essa gestão imperialista de agravo a vida dos mais pobres.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas