Mobilizar para libertar Lula

lula

A decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio de libertar os presos condenados em 2ª instância, colocou, mais uma vez, a possibilidade da liberdade do ex-presidente Lula, preso político há mais de 8 meses em Curitiba.

A decisão de Marco Aurélio fez com que os golpistas articulassem mais uma arbitrariedade para manter Lula preso. A imprensa golpista, em especial, a Rede Globo, entrou em modo plantão para acompanhar e exigir que medidas fossem tomadas para que Lula não saísse da cadeia. Articulações públicas e secretas do judiciário e da alta cúpula do exército fizeram com que Lula se mantivesse na cadeia.

A salvação dos golpistas veio por meio do boneco de ventríloquo dos militares, o nominalmente, presidente do STF, Dias Toffoli que derrubou a liminar assinada por Marco Aurélio. Uma arbitrariedade sem tamanho. O próprio Marco Aurélio já havia advertido que nenhum ministro do STF, sozinho, poderia derrubar sua liminar. Que somente o colegiado poderia tomar tal decisão que estava prevista para acontecer em abril de 2019.

Toffoli agiu de maneira inconstitucional, obedecendo a ordem dos militares, ou seja, não será por meio das instituições vendidas ao golpe que Lula será libertado.

Agora mais do que nunca é o momento de tomar as ruas e exigir a liberdade de Lula, Fora Bolsonaro e todos os golpistas.

Uma ótima oportunidade para isso é o Réveillon Vermelho que a  militância do Partido da Causa Operária e os militantes de dezenas de comitês de luta contra o golpe pelo país estão convocando para o próximo dia 31 de dezembro. A tarefa é  ocupar Curitiba participando do Réveillon Vermelho em solidariedade e pela liberdade de Lula.

 

Tomar as ruas e exigir que Lula ser libertado!