Todos às ruas no dia 27!
Balanço do segundo dia após a retomada dos mutirões do PCO. Em todo País, lutar nas ruas contra Bolsonaro e os golpistas, por eleições gerais já com Lula presidente!
SP21-2
Mutirão tradicional do PCO na Avenida Paulista, segundo dia após a retomada das atividades | Foto: Eduardo Vasco
SP21-2
Mutirão tradicional do PCO na Avenida Paulista, segundo dia após a retomada das atividades | Foto: Eduardo Vasco

O Partido da Causa Operária supera qualquer confusão e paralisia da esquerda e se coloca junto ao povo, nas ruas. Neste último domingo (21) foi o segundo dia dos mutirões de agitação política do partido em 2021. Assim, em todo o Brasil, o PCO chama os trabalhadores para lutar pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, pelos direitos de Lula e por Lula presidente.

A quarentena nunca existiu de fato. Desde o começo da crise sanitária, o povo foi forçado a trabalhar, se contaminar, e morrer de vírus para não morrer de fome. Para contrapor a realidade brutal e assassina do programa dos golpistas, a esquerda pequeno burguesa fechou as principais organizações políticas da classe trabalhadora, bem como optou por um método fracassado e coxinha de mobilização. 

Os tuitaços, as lives, as carreatas e os panelaços são todos formas de manifestação típicas da classe média. Foi exatamente por seu caráter de classe que as direções pequeno burguesas da esquerda optaram por essa estratégia, na qual o povo é proibido de participar.

Além disso, não serão carreatas e uma sinfonia de panelas que botarão medo na burguesia. Pelo contrário, é necessário mobilizar os trabalhadores e suas organizações para tomar as ruas, as escolas e as fábricas. Por isso, o PCO, que sempre esteve presente e defendeu o direito democrático de manifestação na pandemia, agora organiza mutirões em todo País para organizar e reconstruir a luta da esquerda pela base.

Uma das questões fundamentais da atividade deste domingo foi a convocação nacional para o ato do dia 27 de fevereiro, nomeado por Lula como o dia nacional de mobilização pela restituição de seus direitos políticos. Ainda sem determinação da esquerda, o PCO toma a frente da situação e convoca todos para Brasília, em frente ao Supremo Tribunal Federal – cúpula vampírica dos golpistas – e para São Paulo na Avenida Paulista, centro político do País.

Lula foi preso por ser o candidato mais popular e mais ligado à classe trabalhadora, com Lula candidato não seria simples fraudar as eleições. Assim, Lula é o candidato natural da luta contra o Golpe, luta central da esquerda no Brasil. Em razão disso, a quadrilha e as instituições burguesas que prenderam Lula e golpearam Dilma precisam ser combatidas. O povo precisa lutar urgentemente por novas eleições gerais com Lula candidato.

Em Florianópolis, o mutirão aconteceu na cabeceira da ponte Hercílio Luz, às 15 horas. Lá os companheiros ressaltaram uma grande receptividade das pessoas, principalmente na questão de Lula, como também com a luta do partido contra o retorno às aulas e o genocídio da comunidade escolar. Como disse o companheiro Arthur Cesconetto, “Todos apoiam a nossa política de greve contra a volta às aulas”.

Seguem as fotos da atividade no sul;

 

No Distrito Federal o mutirão aconteceu na concentração de uma carreata chamada pelas direções da esquerda, às 10 horas no palácio do Buriti. 

As bases, que saíram de seus carros para a concentração, elogiaram muito a posição do partido e confirmaram presença para o ato do dia 27. Muitos companheiros também compraram as rifas e os produtos do partido que estavam sendo oferecidos em banca.

O companheiro Renan Rosa, dirigente do PCO no DF, apontou que a concentração mostra como é possível fazer um ato. Uma grande parte das pessoas saíram de seus carros e foram para a concentração, que se mostrou ainda mais animada que a própria carreata

.

 

Em Cuiabá, o mutirão aconteceu novamente na feira do CPA, para onde os companheiros levaram faixas e os materiais de distribuição do partido. Seguem as fotos da atividade;

No Rio de Janeiro, o mutirão aconteceu novamente na Feira da Glória, às 13h30, e contou com membros do Comitê Fora Bolsonaro Rio de Janeiro Centro – Zona Sul. Também no Rio, de manhã, foi realizado um ato do Fora Bolsonaro Lula Candidato encabeçado pelo pelo Comitê Fora Bolsonaro na praia de Copacabana, que contou com a presença da Casa Nem e do Movimento Nacional de Periferias e Favelas.

 

Em São Paulo, o mutirão aconteceu na Avenida Paulista, às 14 horas, o local mais tradicional de luta do País e do PCO. Lá esteve presente também a bateria Zumbi dos Palmares, bateria oficial do partido e de seu coletivo de cultura, o GARI, Grupo por uma Arte Revolucionária e Independente. 

Também em São Paulo, o mutirão aconteceu em Marília, na Feira de Rolo, às 7h30, onde os companheiros fizeram também uma atividade para fortalecer a greve dos professores contra a volta às aulas.

No Norte e Nordeste aconteceram diversos mutirões, dentre eles, o de Recife, no Marco Zero. A companheira Marina Dias explicou que é um local de lazer aos finais de semana, e que tinha muita gente apesar da pandemia. 

“Distribuímos panfletos e adesivos, a receptividade foi bem grande, ao menos comigo ninguém nem recusou pegar, e várias pessoas comentaram positivamente, apoiando e querendo saber mais.”

Vale destacar também o mutirão em Salvador, realizado em conjunto com uma atividade de diversos grupos da Frente Brasil Popular. Ele aconteceu na Praça Municipal, em frente à Prefeitura e à Câmara dos Vereadores, e também foram realizadas colagens nas ruas do centro. Seguem as imagens da manifestação;

Vídeo do companheiro Artus, militante do PCO no ato da Praça Municipal.

Em seguida, as imagens das colagens feitas no centro;

Os mutirões e os seguintes atos do PCO são a atividade mais importante e mais consciente da esquerda na atual conjuntura política. Nos mutirões, os militantes do PCO organizam um abaixo assinado pela restituição dos direitos de Lula, assim como vendem o tradicional Jornal Causa Operária e distribuem seu suplemento para todos. Além disso, também são oferecidos os produtos da lojadopco.com e as rifas dos Comitês de Luta para arrecadar fundos para as campanhas e a mobilização da esquerda.

Para participar dos mutirões basta entrar em contato com qualquer militante do partido ou por nossa imprensa, também recebemos os companheiros em nossas sedes locais e em nossos centros culturais. Todos estão convidados e convocados para a luta. Lute com o PCO nas ruas para derrubar os golpistas e organizar a revolução socialista.

Todos às ruas no dia 27 de fevereiro!

Relacionadas
Send this to a friend