Para os juízes golpistas R$ 3 bilhões: ministros do STF discutem aumentar o próprio salário

stf

Da redação – Os  ministros do Supremo Tribunal Federal estão analisando uma proposta de reajuste de 12% dos seus próprios salários, que hoje chega a R$ 37.476,93 sem contar férias e as diversas “Bolsas Juiz”. O  aumento terá impacto estimado em R$ 3 bilhões aos cofres públicos, e, frente a total crise econômica que o país passa por culpa do golpe, os ministros estão divididos. Preocupados com o reflexo negativo de mais esse assalto aos trabalhadores, uma ala é a favor da aprovação imediata, é claro, para que a população não possa reagir, enquanto a ala “medrosa” sugere que o STF condicione o reajuste, pedindo também o fim dos auxílios. 

É preciso ressaltar que esses juízes golpistas que recebem supersalários, articularam todo um processo de golpe contra Dilma Rousseff (PT), gerando uma instabilidade e destruição da economia interna do Brasil, não se importam se chegamos ao cenário de 13 milhões de desempregados. Enquanto dizem que o país está “quebrado”, articulam o aumento do próprio salário, que, para os outras categorias da sociedade, quando há, é de no máximo 3%, sempre abaixo da inflação. A crise no país está gerando greves em todas as categorias, e nesse sentido e preciso organizar uma greve geral contra todo o bloco golpistas, principalmente, contra esses “Deuses Juízes” que estão rasgando a lei.