Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brazil's Environment Minister Ricardo Salles looks on after a news conference in Sao Paulo, Brazil, March 25, 2019. REUTERS/Nacho Doce
|

O ministro do Meio Ambiente (MMA), Ricardo Salles, atendeu ao pedido da bancada ruralista no Congresso Nacional e nomeou Maira Santos de Souza, de 25 anos, filha de fazendeiros, para administrar o Parque Nacional Lagoa do Peixe. O Lagoa do Peixe é uma unidade de conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, foi diretamente responsável pela nomeação. Maira Santos tem em seu currículo o trabalho em propriedade de sua família, de latifundiários do Rio Grande do Sul. De acordo com o deputado ruralista, o objetivo da nomeação é abrir caminho para mudar o Parque da categoria de Unidade de Conservação para Área de Proteção Ambiental, quase nada restritiva, e assim permitir a exploração comercial e a redução de sua área.

Os funcionários do ICMBio acusam Ricardo Salles de perseguição, que tem se materializado na abertura de processos administrativos e disciplinares contra eles. Servidores do IBAMA que trabalham em seis Estados e no Distrito Federal protocolaram representação ao Ministério Público Federal contra Salles por assédio moral coletivo. No próprio IBAMA e no ICMBio, os funcionários denunciam a coação e a censura, uma vez que estão impedidos de se manifestarem sem se submeterem previamente à visão da gestão do MMA. Os setores de comunicação dos dois órgãos foram desmontados e, em seguida, centralizados no MMA, na pessoa de Ricardo Salles.

O fascista Ricardo Salles age para banir a crítica, pela via da coação e do terror, à política de destruição ambiental do governo Jair Bolsonaro (PSL), que atende aos interesses do agronegócio.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas