Ministro da destruição do Meio Ambiente, Ricardo Salles, cancela evento em Salvador por medo de protestos

ricardo salles 3

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, cancelou um evento de países da América Latina sobre as mudanças climáticas, o Climate Week Latin America em Salvador, agendada para 19 a 23 de agosto.

Apesar das diversas explicações do fascista Ricardo Salles, a declaração do secretário municipal de Sustentabilidade de Salvador, André Fraga, declarou ao jornal O Globo que “Fui informado de que o ministro Ricardo Salles não estava confortável com a realização do evento no Brasil.”

O Ministro Ricardo Salles não consegue fazer nenhum evento em locais públicos devido a rejeição ao governo Bolsonaro e as medidas de destruição dos órgãos ambientais e de fiscalização dos latifundiários, mineradoras e grandes empresas, e principalmente de privatização das unidades de conservação.

Após 4 meses, Ricardo Salles e Bolsonaro são rejeitados por amplos setores, inclusive pelo do agronegócio devido aos problemas de essa política pode resultar nas exportações de produtos agrícolas.

Pelo medo de mais manifestações de movimentos sociais e ambientais, contrárias a política de capacho e destruição dos recursos naturais, Ricardo Salles foge como um verdadeiro fascista covarde. Revela mais uma vez que não está para negociações e muito menos disposição de mudar a orientação bolsonarista para as questões ambientais.

É preciso derrotar o governo ilegítimo de Bolsonaro para impedir os ataques dos bolsonaristas as questões ambientais e entrega desse enorme patrimônio para os Estados Unidos.