Ministério Público persegue motoristas de ônibus escolares na Paraíba

608f596ea668c4a2baa127eecce56ac2

Na cidade de Quixaba, com menos de 2.000 habitantes, no Sertão da Paraíba, o Ministério Público do Estado resolveu mover uma ação de improbidade administrativa e processar dois motoristas de ônibus escolares por transporte irregular de passageiros, em função de suposto “desvio de finalidade”.

A alegação é de que os acusados estariam transportando estudantes e passageiros comuns no mesmo veículo, o que não deveria ser permitido. Consta ainda na acusação que alguns estudantes estariam sendo transportados de pé, enquanto outros passageiros não-estudantes se aproveitavam do fato de entrar primeiro no ônibus para ocupar os assentos.

De acordo com o promotor, os motoristas deveriam “priorizar a segurança” e o “menor tempo de percurso dos alunos”, daí decorrendo a irregularidade.

Mas não há informações de que as verbas destinadas à educação e ao transporte público da cidade seriam suficientes para viabilizar um serviço público adequado de transporte público de alunos e do restante da população.