Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O coordenador criminal do Ministério Público no Rio de Janeiro (MP/RJ) apontou para grande possibilidade do envolvimento de policiais militares e agentes milicianos no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), morta com quatro tiros na cabeça.

Marielle foi morta 4 dias depois de haver denunciado a violência policial na cidade, de maneira que fortes suspeitas apontam para envolvimento de policiais. Somado a isso, o fato de que o carro onde estava Marielle fora perseguido e atingido por nove disparos, dos quais quatro acertaram a vereadora, torna muito pouco provável a possibilidade de uma ação de traficantes, confirma o coordenador do Ministério Público do Rio.

“A forma de organização do crime, o fato de a assessora não ter sido alvejada diretamente e o fato de o motorista ter levado um tiro por trás denota um certo grau de planejamento (da ação) que leva a colocar policiais como suspeitos da prática do delito”, afirmou o procurador, acrescentando que “A forma de organização do crime, o fato de a assessora não ter sido alvejada diretamente e o fato de o motorista ter levado um tiro por trás denota um certo grau de planejamento (da ação) que leva a colocar policiais como suspeitos da prática do delito”, afirmou.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, destacou que a “a vereadora se notabilizou por ser defensora dos direitos humanos e por dar voz às vítimas da violência do Estado” e instaurou procedimento para possível “federalização” do caso, o que demonstra claramente que até mesmo a PGR considera alta possibilidade de envolvimento de policiais e milícias no assassinato de Marielle. Assim, o caso passaria a ser investigado pelo Ministério Público Federal.

Marielle Franco é uma vítima do golpe de Estado. As próprias instituições não estão podendo esconder o que é óbvio para todos: Marielle Franco foi assassinada pela polícia por denunciá-los. É preciso que a classe trabalhadora e toda a população se organize para lutar contra o golpe de Estado, que assassinou e virá assassinar milhares de trabalhadores e trabalhadoras deste País.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas