Ministério do “Escola com fascismo”: Bolsonaro cota Schelb para a “caça às bruxas” nas escolas

schelb

Da redação – O golpista eleito pela fraude, Jair Bolsonaro (PSL), confirmou nesta quarta-feira 22 que analisa o nome do procurador da República da 1ª Região Guilherme Schelb para a pasta do Ministério da Educação. O bizarro é que o indivíduo é mais um defensor do projeto “Escola com fascismo” – Escola Sem Partido -, que defende a caça às bruxas nas escolas, o extermínio físico da esquerda e, é claro, a destruição do ensino público de qualidade para os trabalhadores.

Seu nome está ligado também à bancada evangélica pois é um dos apoiadores assíduos da luta contra a discussão de gênero nas escolas, extremamente preconceituoso, um típico ignorante fervoroso inimigo dos direitos das mulheres em abortar e etc.  

O presidente golpista afirmou que terá uma reunião com Schelb nesta tarde.