Abaixo os militares
Apesar de não ter nenhuma experiência, foi indicado para a saúde. Lugar de milico é no quartel!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
csm_87926564_21-04-2020-O-general-Eduardo-Pazuello-que-assume-como-numero-dois-do-Ministerio-da-Saude.-F_c03ea8a0b9 (1)
Valter Campanato/Agência Brasil |

Frente a segunda demissão de ministros da Saúde em menos de um mês, e em meio à epidemia de coronavírus, a ala militar do governo quer ver o secretário-executivo do ministério, general Eduardo Pazuello, em definitivo no cargo, disse à Reuters uma fonte palaciana nesta sexta-feira (15).

Apesar de Pazuello não ter qualquer relação com a área, foi indicado ao posto de secretário-executivo pelos militares do governo para tocar a área de logística. Ex-comandante da operação Acolhida, de recepção aos imigrantes venezuelanos em Roraima, agora pode ser colocado em mais uma área onde não tem experiência alguma

Mas não há nada e novo aqui. Militares não ligam pra saúde do povo, pois, se ligassem, não teriam dado um golpe na presidenta eleita pela maioria da população. Lugar de milico é  no quartel.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas