Espanha
Militares espanhóis conspiram contra governo “comunista”, segundo eles, e cogitam golpe militar e “matar 26 milhões”.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Fascistas - Espanha
Viúvas do Franquismo, seguem rondando os espectro político do país. Militares encabeçam movimento. | Foto por: reprodução.

Um grupo de cerca de 270 militares aposentados tornaram público um manifesto que ameaçam o país de golpe de Estado militar se dizendo “estarem à disposição para garantir  soberania e independência da Espanha e defender sua integridade territorial” e defendem a figura do ditador fascista Francisco Franco.

Segundo os militares as declarações são motivadas pelo atual governo, de Pedro Sánchez do PSOE (Partido Socialista Espanhol), que “tentar impor um pensamento único” e estaria a “unidade da Espanha em perigo”.

Alguns dias antes à publicação do manifesto conversas de um chat do whatsapp que reúne militares de vários grupamentos da Aeronáutica e Exército, tornadas públicas, mostrou a posição fascista de vários membros no qual, além de proporem a derrubada do governo, também propuseram matar milhares de pessoas que seriam contrárias à suas posições “Não há escolha a não ser começar a atirar em 26 milhões de filhos da puta” afirmou um general aposentado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas