Crise bolsonarista
O desmatamento recorde está mais forte do que nunca, acompanhado por queimadas, grilagem, garimpo, narcotráfico e o extermínio de povos indígenas pela extrema direita ruralista.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
jki (1)
O militar que abandonou o cargo | Foto: Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Nesta quarta-feira (29) a imprensa burguesia anunciou que o major brigadeiro José Volkmer pediu demissão do governo Jair Bolsonaro. O militar que era responsável pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia do Ministério da Defesa, deixou o cargo em um setor onde há denúncias internacionais contra o governo fascista, e mais, onde os apoiadores de Bolsonaro avançam agora mesmo na região.

O desmatamento recorde está mais forte do que nunca, acompanhado por queimadas, grilagem, garimpo, narcotráfico e o extermínio de povos indígenas pela extrema direita ruralista.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas