Militantes iniciam greve de fome pela liberdade de Lula

Former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva speaks at the metallurgical trade union while the Brazilian court decides on his appeal against a corruption conviction, in Sao Bernardo do Campo

Seis militantes de movimentos sociais de diferentes regiões do Pais começaram, na tarde dessa terça-feira, 31, uma greve de fome pela liberdade de Lula, em frente ao Supremo Tribunal Federal, em Brasilia. O ex-presidente esta preso há mais de 100 dias em Curitiba, devido a um arbitrário processo de perseguição politica.

Os seis militantes são integrantes de movimentos como o Movimento dos Trabalhadores Sem – Terra (MST) e da Central de Movimentos Populares, a CMP. A atividade é parte do calendário de mobilizações desse inicio de agosto e que vai até o dia 15, quando esta marcada a entrega por parte do Partido dos Trabalhadores do pedido de registro da candidatura presidencial de Lula no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com um grande ato, com caravanas de todo o País presentes.

E necessário impulsionar em todas as regiões a campanha em torno do dia 15, e transformar essa data em uma gigantesca mobilização popular em Brasilia, com dezenas de milhares de pessoas.

Do judiciário e demais instituições do regime golpista não virão quaisquer medidas de respeito à Constituição e que garantam a liberdade de Lula e o registro de sua candidatura. Só uma mobilização revolucionária pode reverter essa situação .

Somente a mobilização nas ruas, da população e da classe trabalhadora pode conquistar a liberdade para o ex-presidente Lula e derrotar os golpistas.