Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
|

Consequência direta da política neoliberal do governo golpista, as projeções do PIB (Produto Interno Bruto), para 2018, não param de sofrer projeções cada vez menores. Se antes era apontado um crescimento pífio de 1,9% (fora uns delirantes que apontavam aumento de 2,8%) agora as estimativas são de que o PIB cresça apenas 1,4%.

No entanto, como frequentemente os economistas estão sempre reavaliando suas previsões, não é de se duvidar que estas projeções sofram ainda mais reveses. A maioria deles precisa lutar contra as suas próprias convicções neoliberais e se surpreendem ou inventam desculpas para o crescimento ridículo que, invariavelmente, resulta da política econômica que eles tanto defendem.

A realidade é que a economia pós-golpe é um fracasso completo e, possivelmente, surgirão novas manifestações populares e greves, pois os recursos desviados ao grande capital serão cada vez mais frequentes, empurrando os trabalhadores para uma situação atroz de falta de recursos.

A renúncia de Pedro Parente da gerência da Petrobras é o indicativo de que somente a mobilização popular é capaz de combater o golpe e sua política que esmaga a classe operária.

Quanto mais sindicatos emplacarem greves e protestos, mais evidente se tornará a fragilidade deste governo golpista. É hora da classe trabalhadora empurrar estes golpistas para o abismo e expulsar todos os entreguistas que sonham em transformar o Brasil numa colônia de mão de obra barata dos imperialistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas