Não será o último
Confirmado “primeiro” caso de coronavírus entre a categoria de metroviários, entre mais seis suspeitos que o Estado se nega a fazer testes. Como no restante da categoria.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
6mar2013---falha-na-linha-provoca-acumulo-de-passageiros-em-plataforma-de-embarque-da-estacao-se-do-metro-na-linha-vermelha-em-sao-paulo-sp-na-noite-desta-segunda-feira-1362610802131_956x500
Metrô de São Paulo. Onde passam milhares de pessoas por dia, espalhando o vírus. |

Da redação – Primeiro caso confirmado de coronavírus entre a categoria dos metroviários e mais seis suspeitos. Sem contar que os hospitais estão se negando, por orientação do Estado, a fazer testes imediatamente no restante da categoria. Isto implica que o contágio está se alastrando na cidade de São Paulo rapidamente.

A culpa dessa catástrofe que está se configurando a cidade de São Paulo é a política de completo descaso, criminosa e genocida do governo Doria. Que coloca todos os dias, em meio a epidemia, milhares e milhares de pessoas em verdadeiras latas de sardinha, grudadas um no outro, aos montes no transporte público. Além de reduzir as linhas de ônibus e cortar vários, agravando ainda mais a superlotação.

Em conluio a isso o Sindicato dos Metroviários de São Paulo simplesmente fechou suas portas para os trabalhadores, deixando-os nessa situação de extremo risco em uma omissão vergonhosa.

Infelizmente, nós sabemos que esse caso será só o primeiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas