Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Transformar seres humanos em canibais, eis o objetivo do treinamento militar.

A morte do aluno do corpo de bombeiros no Mato Grosso, Rodrigo Patrício Lima Claro, de 21 anos, durante treinamento prático da corporação, em 2016, foi mais um caso, dos que vieram a público, de abusos e torturas praticadas por entidades militares.

Parece que a humilhação e sofrimento são condições básicas para a carreira militar, pelo menos para os que estão na base da hierarquia, soldados rasos, recrutas etc.

Os comandantes, certamente, sentem enorme prazer em transformar jovens em bucha de canhão, ou como escravos para os afazeres que os coronéis certamente não se dignam a fazer.

O sistema escravagista nas entidades militares reproduz a sociedade escravagista que vigora no Brasil desde o descobrimento.

 

 

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas