Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
FILE PHOTO: Venezuela's President Nicolas Maduro attends an event with the Youth of the Venezuela's United Socialist Party (PSUV) in Caracas, Venezuela September 11, 2018. Miraflores Palace/Handout via REUTERS
|

Após reunião com o governo venezuelano nesta terça-feira, dia 11, o ministro golpista da defesa Joaquim Silva e Luna, afirmou que o governo de Nícolas Maduro não irá cortar o fornecimento de energia elétrica ao estado de Roraima.

Atualmente, 85% da energia consumida por Roraima é importada da Venezuela pelo fato do estado não estar interligado ao Sistema Integrado Nacional, o SIN. Com a violência dos grupos fascistas contra os imigrantes venezuelanos nas cidades de fronteira, de acordo com a imprensa golpista, o governo venezuelano teria ameaçado cortar o fornecimento de energia elétrica ao estado.

Tal fato não irá ocorrer. Ou seja, mesmo sob ataque da direita, com sabotagem econômica, ameaça de intervenção militar norte-americana no país, violência fascista contra os imigrantes venezuelanos, o governo de Nícolas Maduro, taxado de ditador, sanguinário e contra a população pelos órgãos de imprensa da burguesia, irá manter o fornecimento de energia elétrica ao estado de Roraima, garantindo o acesso a luz elétrica para milhares de pessoas.

Isso é mais uma demonstração de que a campanha da direita contra o governo de Maduro não passa de uma farsa em nome dos interesses imperialistas, dos EUA, do golpe de estado em mais um país da América Latina.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas