Política tucana criminosa
Governador de São Paulo define retorno das aulas presenciais sem vacina, com a pandemia crescendo e fora de controle para permitir a politicagem de prefeitos candidatos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Dória - Retorno às aulas - Outubro
Dória "o científico" que cuida dos empresários e parceiros da direita. | Foto por: Sérgio Andrade

O governador tucano de São Paulo, João Dória, nesta sexta (18) autorizou o retorno presencial das aulas a partir de 07 de outubro para as escolas públicas e privadas do ensino médio de jovens e adultos, mesmo sem vacinação e com os números da pandemia ainda crescendo no Estado.

A decisão, informada um dia após ao prefeito de São Paulo, o também tucano Bruno Covas (PSDB), ter determinado a volta às aulas da rede municipal na capital também a partir de 07 de outubro, só que para as universidades e faculdades do ensino superior e para atividades extracurriculares.

Dória que ainda decidiu pelo retorno das crianças do ensino fundamental em 03 de novembro, sem querer assumir a responsabilidade sobre o enorme risco que será colocar milhões de alunos e trabalhadores ao coronavírus, afirmou que cada prefeito poderá decidir se adotará ou não a medida do seu governo, uma politicagem típica da direita que, a proximidade das eleições municipais, permite aos prefeitos fazerem propaganda eleitoral com as decisões sobre o retorno ou não na pandemia, uma política verdadeiramente criminosa.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas