Futebol submisso a Globo
O monopólio das transmissões de futebol fazem que os times sejam meros joguetes das emissoras privadas na disputa por audiência
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
imagem da globo
Logomarca da Rede Globo | Vida Criativa Site Flick

As organizações Globo podem estar em crise, aumentando o número de desempregados em plena pandemia. Entretanto o seu poder sobre o futebol brasileiro e os times continua tanto que conseguiu que o certame entre São Paulo e Botafogo pelo campeonato nacional fosse mais uma vez alterado, mudando das 19 horas para as 21h30, a fim de concorrer com o jogo das Libertadores que agora são exclusividade nos canais da televisão aberta do Sistema Brasileiro de Televisão, a empresa controlada por Silvio Santos. Um dos últimos premiados por um canal de televisão pelos generais da ditadura de 1964.

A crise da Globo se revela no processo de mais de R$600 milhões  que a Conmebol está movendo pela recisão unilateral de contrato de cinco anos pela transmissão da Copa Libertadores, que se soma ao processo que a Ferj move pelo rompimento do contrato pelo campeonato carioca. A confederação sulamericana também recusou uma nova proposta da Globo quando os jogos da Libertadores foram retomados preferindo acerta com a emissora de Silvio Santos.

Assim estas alterações que não se justificam por motivos esportivos decorrentes de um calendário apertado cheio de jogos nas várias competições que estão acontecendo ao mesmo tempo. Uma vez que os dirigentes das várias entidades do futebol não quiseram abrir mão de nada mesmo que assim o tempo de recuperação e preparação dos jogadores fosse praticamente eliminado. Um fato que pode provocar o fim precoce de uma carreira por um acúmulo de lesões sem contar as inúmeras contaminações de Covid que os jogadores e os outros profissionais estão sendo acometidos por continuarem a viajar pelo Brasil e pela América do Sul em plena pandemia.

A atitude das organizações da Família Marinho está buscando se valer do seu monopólio das comunicações em relação ao futebol brasileiro visto que dia 9 de dezembro devem ocorrer a primeira rodada das quartas de finais da Libertadores e a possibilidade de times brasileiros nesta etapa é enorme.

São Paulo e Botafogo estavam previsto para ocorrer na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro que foi de 21 a 26 de outubro. Mas no dia 25  o tricolor paulista realizou o segundo jogo contra o Fortaleza pela Copa do Brasil. Este jogo disputado em um domingo porque o clube  estava envolvido na disputa da Copa Sulamericana e por isto estava sem datas.

Agora imagina se fosse possível ir aos jogos como os torcedores poderiam se programar com tantas mudanças? Mas isto pouco importa para quem possui a exclusividade da transmissão pois, o importante é a disputa de audiência frente aos outros monopólios de comunicações sem se importar que os amantes do melhor esporte do mundo possa assistir tanto os jogos dos times brasileiros na Copa Libertadores como no Campeonato Brasileiro.

Cabe uma última observação. Devido ao falecimento de Grande Diego Maradona, maior jogador do futebol argentino, o jogo entre Internacional e Boca Juniors foi adiado em uma semana com o segundo jogo entre os dois sendo dia 9 de dezembro as 21h30 em Buenos Aires. Será que as organizações Globo vão fazer novas mudanças da programação dos jogos do Brasileiro?

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas