Capitalistas aumentam previsão de inflação para 2019

inflacao

O último relatório do Banco Central aumentou a previsão de IPCA – índice oficial da inflação brasileira – deste ano, de 3,78% para 3,80%. Trata-se de uma estimativa semanal feita com base nas previsões de uma centena de instituições financeiras. Embora pareça uma aumento pequeno, a estimativa reflete a falta de expectativa na melhora das condições econômicas que mais afetam a população.

Além da inflação, que deteriora o poder de compra da população, deve-se lembrar que as previsões de crescimento do PIB não param de cair, significando que a atividade econômica está quase parada e não acompanha nem a inflação, nem o aumento populacional. A síntese de tudo isso é um empobrecimento real da população, principalmente a mais pobre, mais sensível às variações de preço.

A perspectiva, portanto, é que a crise econômica não passe. Esta é uma situação que causa insatisfação e desespero cada vez maior da classe trabalhadora. Mas só isso não é suficiente para mobilizar uma ampla luta para derrubar Bolsonaro. As organizações populares precisam se colocar na luta e convocar a população, antes que a direita encontre maneiras de se estabilizar politicamente sobre um povo ainda mais empobrecido.